Follow by Email

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Hinos que marcaram épocas – Parte 10

IrmãosdoInterior/Jardim de Deus/TempodePensar/Eram TrêsCruzes/NossaConversão/Advertência/Subo Morro/OCrenteEOTrem/QuemsalvaéJesus/EuTenhoUmaCasa


Irmãos do Interior/Édison e Telma

Quantos irmãos no interior do meu país
Estão orando para que eu seja feliz
Irmãos amados que nas cidades pequeninas estão
Eu agradeço sinceramente de coração                    
 Coro
Irmãos do interior por suas cartas cheias de paz
Eu agradeço, porque feliz isto me faz
Irmãos do interior, eu agradeço de longe assim,
Pois eu não posso ir, a minha voz irá por mim.    
II               
Quantas cartinhas recebemos de bem longe
Trazendo sempre uma palavra de amor
Para que Deus nos abençoe no ministério da voz
Irmãos amados que não se esquecem de orar por nós. 
III   
Eu rogo a Deus que eu possa um dia viajar
E a cada um destes irmãos eu visitar,
Mas se a todos neste mundo eu não puder conhecer
Sei que no céu, um dia havemos de nos ver.

Jardim de Deus/Irmãs Falavinha
Oh lindas flores, cravos e jasmins
que grande gozo tenho eu neste jardim
o belo Éden está no meu coração
graças a Deus que já sai da escravidão
Coro
Meu jardim, jardim de Deus
jardim que Deus foi preparar pra todos nós
lindos ramos, belas flores
jubilai em nosso rei sim todos vós.                                                        I
Mas brevemente estarei lá em Sião
sim no jardim celestial do meu Senhor
por isto fomos sepultados no Jordão
para gozarmos harmonia, paz e amor.                            
 II
Oh esperança gloriosa temos nós
de encontrar o grande Rei que breve vem
e assim como Ele foi há de voltar
para com Ele irmos pra Jerusalém

É Tempo de Pensar/Irmãs Falavinha
Chegou o tempo de pensar   
nas coisas que são lá do céu,
Deixando este mundo mau 
com todos os pecados seus.
Buscai as coisas lá de cima  
que já se aproxima o Reino de Deus.  
Coro                                                                          
Buscai as bênçãos do Senhor, confiai em nosso Salvador
Os sinais estão se declarando que vai se passando 
que Jesus falou.
Vem a Cristo, Ele te reveste com os    
dons celestes do consolador.      
 II   
Como foi nos dias de Noé, 
veio o dilúvio tudo acabou
Também nos dias de Sodoma, 
Deus com fogo tudo devorou.  
Mas contudo não houve agonia    
como nesse dia que vem o Senhor.   
III  
Se és belo, fala do Senhor, se és rico, pode governar, 
Se recebe, testemunho de homem,    
O de Deus muito maior será,                         
Pensa e fala em Jesus agora,      
Ele é o Rei da glória, e reis não são iguais.

Eram Três Cruzes/Irmãs Falavinha
Eram três cruzes lá no Calvário
e no cenário de grande dor
o Cristo santo que se escuda
meigo, sereno cheio de amor
Coro
Não mal- queria
não mal- dizia
tudo sofria com grande amor
Não mal- queria
não mal- dizia
tudo sofria com grande amor
II
Na cruz do meio brilha o cordeiro
o verdadeiro filho de Deus
que imolado por meus pecados
sobre o madeiro Ele padeceu
III
Ressuscitou depois de três dias
grande alegria pra todo ser
apareceu aos seus discípulos
dizendo eu voltarei outra vez

Nossa Conversão/Curió e Canarinho
Eu agora quero contar
Como era no mundo perdido
Eu amava demais o pecado
Satanás era meu falso amigo
Toda noite ele me convidava
Para dar-me o que eu queria
Deleitava-me em suas ofertas
E muita coisa errada eu fazia
II
A minh'alma gritava sem paz
Por esta coisa chamada alegria
Era nela e no religioso
Que caminho errado eu seguia
Eu bebia, fumava e jogava
A tristeza de mim não fugia
Estava sempre desesperado
E dava minha vida pela orgia
III
Eu fazia todas essas coisas
Iludido porque eu não sabia
Que existia um Deus poderoso
Que é o caminho a verdade e a vida
Eu até aceitei Jesus Cristo
Meus pecados Ele perdoou
E os vícios que eu tinha
De uma vez Ele me libertou
IV
Ao meu Deus eu quero agradecer
E com Ele quero sempre andar
Suportando todas provações
Até o fim eu terei que chegar
Com Jesus sempre a frente eu irei
O evangelho do reino pregar
Preparando o povo de Deus
Para com meu Cristo um dia encontrar

Advertência/Curió e Canarinho
Tu podes zombar de nós
E da nossa pregação
Tu podes nos criticar
Mas de pregar nós não paramos não
Tu podes escarnecer de nós
Tu podes até debochar
"Fazes o que quiseres
Mas de Deus tu não deves zombar. 2x
II
Tu podes rir de nós,                                                                                               de nós tu podes zombar
Mas esse teu sorriso e orgulho
Um dia vai se acabar
Acorda enquanto é tempo
Deus te chama com amor
Deixa de ser orgulhoso
E aceite o convite de nosso Senhor.     
III     
Ele quer te salvar e também te perdoar
Vem a Jesus agora se estás cansado de tanto pecar
Ele é amor, te dá alívio e também a paz
Deixa o pecado e aceita Jesus
E então feliz serás.

Subo Morro/Curió e Canarinho
Levarei a minha cruz cantando
Jesus Cristo vem me ajudar
Ao chegar ao fim desta jornada
para sempre eu vou descansar
Coro
Subo Morro e desço morro
carregando a minha cruz
mas não deixo de marchar
ao encontro de Jesus...
II
Quando eu vou atravessar o mar
as ondas vem me cercar
Quando eu canto eu falo bom Jesus
ele tira as ondas para eu passar
Vou com fome eu com sede eu vou
carregando a minha cruz pesada
para receber a minha coroa
que no céu já está preparada

O Crente e o Trem/Curió e Canarinho
Ao ver sobre os dormentes dos trilhos            
onde passam o trem
Sou levedo a meditar na vida que o crente tem
Nossa vida é como um trem                                                      
que sobre os trilhos tem que andar
Mesmo vindo á tempestade não podemos desviar.         
 II          
 O crente que fala muito criticando o seu irmão 
Mas não tem a vida certa e vive em murmuração
É igual a locomotiva que apita sem razão
Fazendo muito barulho mais não chega na estação.  
 II         
 A televisão ligada na novela e show também
Faz irmão chegar na igreja só na hora do amém
Esse crente mais parece com um velho e fraco trem
Quando chega na ladeira quer subir e força não tem. 
III                                                                                                        
O crente que não é firme e que vive a tropeçar
Sem coragem de ir à frente sem vontade de chegar
É um trem com roda solta é preciso concertar
Pois na curva perigosa pode até descarrilar.   
IV  
O crente que diz que prega e que sabe trabalhar
Mas vai ver não sabe nada, sabe mesmo é conversar
É igual á locomotiva com ferrugem no motor
Que não anda quase nada e só faz soltar vapor.  
V                                       
Por aqui vou encerrando as minhas comparações
Meditando nestes versos todos vão me dar razão
Vou seguindo a minha linha pra chegar na estação
Jesus cristo é o maquinista e não perde a direção...

Quem salva é Jesus/Curió e Canarinho
Você pode orar, louvores entoar                                                       
mas salvar-se jamais
Cuidado, meu amigo, pra não se arrepender 
quando for tarde demais
Jesus Cristo já morreu por seus pecados
E de graça Ele quer te perdoar
Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida
E só nEle é que devemos confiar. 
                                              
Quem salva é Jesus, e ninguém mais
Outro Salvador tu podes procurar
Mas não achará jamais. 3x

Eu Tenho Uma Casa/Tony Silva
A minha casa, humilde aqui,
Não é como as outras, que às vezes eu vi.
Mas não me importa, os anjos ali,
Estão preparando,um palácio pra mim.
Coro
Eu tenho uma casa,naquela cidade,
Resplandecente,com celeste fulgor.
Da minha pátria, eu tenho saudades,
De sempre estar,com Jesus meu Senhor!.
II
Aqui no mundo, as lutas não cessam,
As tentações, me atacam sem fim.
Mas  breve espero,que hei de partir,
Pra onde há delícias,preparadas pra mim.
III
Não me julguem,pobre e desamparado,
Sou peregrino,mas alegre estou.
Não estou triste,nem desanimado,                                           
Participante, de um reino eu sou.

Sua irmã em Cristo Rosa Dias



Nenhum comentário:

Postar um comentário