Follow by Email

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Hinos que marcaram épocas-Parte 8

Gólgota  / A Porta é Jesus / Se Isto Não For Amor  /  Valor de Uma Alma  / Sabe filho  / In Memorian  / Desapareceu Um Povo /Rosto de Cristo  / A  Árvore da Cruz / Vendavais

Gólgota/Eula paula

Lá no caminho do Gólgota, vejo sofrendo
O meu amado Jesus a caminhar
Pesada cruz em seus ombros ali vai gemendo
Não tendo alguém ao seu lado pra lhe amparar
Coro
Vejo com olhos da fé os seus passos na areia
Vejo o lugar da caveira a lhe esperar
Vejo pregado na cruz com olhar de ternura
Orando e dizendo ao Pai: consumado está
II
Deus, o seu Pai lá do céu, atônito olhando
Vendo com dor o seu filho ao calvário subir
Tinha poder de livrá-lo daquela amargura
Mas era mister nessa hora a escritura cumprir
III
Como um cordeiro de Deus, não abriu sua boca
E ao matadouro subiu sem reclamar
Formosura nenhuma havia em seu rosto
Pisado por nossos pecados sem nunca pecar

 A Porta é Jesus/?

Deus olhando do céu, para terra não viu um justo se quer.
Até mesmo os seus seguidores o abandonaram negando a fé.
Seguíamos levados juntos, aos ídolos mudos de condenação. Deus viu nossa necessidade, de boa vontade estendeu suas mãos.
Deus é tão bom, pois abriu a porta pra você passar (2x).
A porta é Jesus, a porta é Jesus.
A mulher que adulterasse na lei de Moisés deveria morrer, levaram diante de Cristo neste mesmo ato, Ele sendo a porta, e ela passou, e ela passou.
Deus é tão bom, pois abriu a porta pra você passar (2x).
A porta é Jesus, é Jesus.
Vivíamos sempre caídos, perdidos por causa das transgressões. Jesus tirou nos da rede, caindo a parede da separação.
Deus é tão bom, pois abriu a porta pra você passar (2x).
A porta é Jesus, a porta é Jesus.

Se Isto Não For Amor/?

Deixou o esplendor de sua glória
Ao vir a este mundo aqui
Estava só e ferido no Gólgota
Para dar sua vida por mim
Coro
Se isto não for amor, o oceano secou
Não há estrelas no céu, as andorinhas não voam mais
Se isto não for amor, o céu não é real
Tudo perde o valor, se isto não for amor
II
Mesmo na morte lembrou-se
Do ladrão que ao seu lado estava
Com amor e ternura falou-lhe
Ao Paraíso, comigo irás

Valor de Uma Alma/Mara Lima

Irmão, você sabe o valor que tem uma alma?
Nem todos  recursos humanos poderiam pagar!
O dinheiro, a prata e o ouro do mundo inteiro
é pouco demais pro valor   
de uma alma poder comparar.
Coro
Irmão, o valor de uma alma custou muito caro.
É necessário sentirmos por ela imenso amor.
Zelando, ensinando e orando e às vezes chorando,
devemos buscar todas as almas que Jesus comprou.  
II  
Irmão, quantas vezes tem alma ao teu lado chorando, 
sofrendo, gemendo com o fardo pesado de dor?
Se ela chegar perecer você é o culpado.
Tenhas cuidado porque uma alma, tem muito 
valor. 
III   
Irmão, você lembra do ‘ide’, do mestre amado?
Não foi um pedido mais ordem que ele nos deu.
Como podemos ficar com os braços cruzados,
se ele de braços abertos por todos morreu?

Sabe filho/Mara Lima
Sabe filho, quero falar com você.
Tenho visto, teu lamento, tua dor.
Você diz: Senhor, não vou suportar,  pois a luta  
é tão grande, e estou quase a desanimar.  
Olha filho, tu já leste minha história;  
Que eu deixei, um trono de glória pra morrer por ti.
Lá na rua central de Jerusalém,  cada passo que eu 
dava, a marca do meu sangue ficava também  
Uma coroa de espinhos me colocaram,
E com cravos pontiagudos naquela cruz me pregaram.
Uma lança afiada me transpassou,
Nessa hora de agonia, até o meu pai me desamparou.
Nessa hora, meus amigos me desprezaram
Até Pedro, por três vezes, me negou.
Lázaro, o amigo que ressuscitei,
Procurei com os meus olhos, mas também não avistei.   
Tudo isso, eu passei por te amar, pra que hoje, eu 
pudesse te entender.  
Teus problemas, todos, posso resolver;  
basta somente crer, e a solução já chegou pra você.  
Se estás doente, eu sou o teu remédio  
Se estás cansado, eu posso te aliviar
Eu venci, você também vencerá
Sou Jesus cristo, o único que pode te ajudar
Eu venci, você também vencerá
Sou Jesus cristo, o verdadeiro filho de Deus
In Memorian/Mara Lima
Sempre vou lembrar da coragem, do amor
Da firmeza e vontade, da fé e devoção
Da igreja do tempo de Paulo, de Pedro e João
Que enfrentaram a fúria de Roma,  
mas nunca negaram sua fé de cristãos  
É um exemplo pra mim, verdadeira lição. 
II
Eu queria ver a bravura dos santos em plena arena
Enfrentando os leões, quanto mais à fogueira 
queimava, mais se ouvia o louvor dos nossos irmãos.
Sob o sangue, tombavam nas ruas, chegavam ao céu 
com a vitória nas mãos,  é um exemplo pra mim, 
verdadeira lição.    
III  
Oh, meu Deus, reaviva tua igreja de novo
Faz a chama arder nesse povo como foram  
os primeiros cristãos
Oh, meu Deus, reaviva tua igreja de novo
Faz a chama arder nesse povo, começando em meu coração.  
Começando em meu coração
Desapareceu Um Povo/?
Muito em breve vai sair uma notícia
Que um povo desapareceu
Era um povo muito humilde, que aqui muito sofreu
Este povo, era o povo de Deus.     
 Coro      
Onde está aquele povo barulhento
Onde está que não se vê nenhum irmão
Alguém com voz de lamento, vai dizer neste momento
Aquele povo, foi-se embora pra Sião.       
 II     
Onde está o dirigente desta Igreja?      
E os obreiros daqui onde estão?   
As mensagens que pregavam, muitos tristes se alegram...    
Eles também foram embora pra Sião!    
III    
Onde está à juventude desta igreja  
E as irmãs do Círculo de Oração.    
Que a Deus sempre oravam, e as crianças que 
cantavam, elas também foram cantar em Sião.  
IV      
Depois deste grande acontecimento    
Muitos crentes desviados vão voltar   
Procurando os irmãos, para a reconciliação    
Mas infelizmente, não vão encontrar.

Rosto de Cristo/?

Sempre que leio a historia de Cristo,
Eu fico a pensar, com grande emoção,
No privilegio que muitos tiveram
De ver o seu rosto, sentir sua mão.  
Eu também teria a mesma alegria,
De tê-lo bem perto, bem juntinho a mim.
De olhar os seus olhos, serenos e meigos,
Ò como eu seria, tão feliz assim!  
Queria saber como era seu rosto
Embora eu sinta que era mui lindo,
Inspirava fé e também confiança,
E dava a todos, um gozo no fundo!   
Ao ver as gravuras dos quadros pintados,  
Daquilo que dizem ser o meu Senhor,    
Meu ser não aceita o que está na tela,    
É falsa a inspiração do pintor.  
Não creio! Não creio! Num Cristo vencido,  
Cheio de amarguras, semblante de dor!    
Eu creio num Cristo de rosto alegre!     
Pois creio num Cristo que é vencedor!   
E um dia também o verei face a face, 
E assim eu creio, ela minha fé...    
Ôh aleluia, verei o seu rosto, verei a Jesus,  
Como ele é! 3x

A  Árvore da Cruz/Shirley Carvalhaes

Eu queria saber do próprio lenhador
Que madeira ele usou para fazer a cruz
Embora eu sinta que árvore chorou                                       quando caiu no chão  
 e o machado que a lavrou, 
cegou-se de tanta emoção.
Coro
A cruz (a cruz) Foi a mais pesada  
Por fora só viram madeira
Mas por dentro estavam os meus pecados
Por fora só viram madeira
Mas por dentro estavam os meus pecados.  
II 
Eu queria saber o que o carrasco sentiu.  
Quando a Jesus feriu com quarenta açoites
Fazendo tantos ferrões naquele que só fez o bem
Quem sabe o carrasco sentiu
A dor dos açoites também. 
III
Eu queria saber por que a Terra tremeu
O sol se recolheu e a noite chegou
Se foi protesto ao crime do autor da criação
Mostraram ter mais sentimentos
Provaram ter mais coração.
Vendavais/Shirley Carvalhaes
Hoje alguém falou seu nome para mim
Que você está sofrendo tanto assim
Coração tá em pedaços
Foi vencido pelos laços dessa vida
Foi arremessado contra o cais
Açoitado pelos vendavais
Chora o peito, grita a alma procurando a paz.          
 Coro
Mas eu sei, Jesus te olha e te vê (Te vê)
E diz: Filho, vou te socorrer
Do pó das cinzas eu vou te levantar
Sou o Teu Deus, é só Meu nome clamar
Sei que os sonhos se perderam no caminho
Estás sozinho e entregue à solidão
Mas Sou o Deus, que tudo pode e tudo vê
Nesse momento vou abençoar você. 
 II   
O sorriso que havia em seu rosto
Pouco a pouco ele desapareceu
Diz que tudo está perdido
Vai vivendo iludido em fantasias
Foi arremessado contra o cais
Açoitado pelos vendavais
Chora o peito, grita a alma procurando a paz.

Sua irmã em Cristo Rosa Dias 



Nenhum comentário:

Postar um comentário